Haverá uma prorrogação das obrigações tributárias federais por pelo menos três meses, aliviando o caixa de todas as empresas. Se a moratória não for autorizada nos próximos dias pelo próprio governo federal, com base em norma de 2012 do extinto Ministério da Fazenda, advirá de decisão judicial. É o que pondera e explica, suscintamente, o advogado Cylmar Pitelli Teixeira Fortes.

Vistos, etc.

O boletim Vistos, etc. publica os artigos práticos escritos pelos advogados do Teixeira Fortes em suas áreas de atuação. Se desejar recebê-lo, por favor cadastre-se aqui.